02 outubro 2015

Mamãe namorando, e a bebê?

Oi pessoal!!! Andei sumida, mas vários acontecimentos mudaram minha rotina, até mudança de endereço.
Mas o que quero falar é sobre "Namorado da mamãe".... Em, 3 anos e 4 meses (40 meses), eu não havia me relacionado com alguém tão seriamente, a ponto de apresentar minha filha para esta pessoa, muitas vezes falta de confiança no outro, e por achar que minha filha é pequena demais para dizer se há algo de errado acontecendo.
 
Então, conheci uma pessoa, da qual me senti preparada pra apresentar minha pimentinha... e sempre falava de um para o outro (pra minha pequena mostrava fotos do namorado e explicava que era uma pessoa especial pra mamãe, mas diferente do sentimento que mamãe tinha por ela) e pra ele (que também tem filhos) falava sobre como minha filha era...

O dia do primeiro encontro,  qual foi a minha surpresa???? Foi amor primeira vista (minha filha costuma estranhar os desconhecidos), todas as brincadeiras eram direcionadas para o "tio"...

Hoje ela tem ciúme do tio (não da própria mãe), e ele é bem carinhoso com ela.
Não me arrependo nenhum dia da escolha feita, e do momento escolhido para apresenta-los... ambos se dão bem e o que mais quero é que continuem assim...A Mamãe tá apaixonada e nada melhor que juntar dois amores em um espaço apenas.

Arquivo Pessoal: Kauã (filho do namorado), Kleber (namorado da mamãe) e pimentinha na churrasqueira do nosso prédio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Você achou interessante o que eu escrevi e resolveu comentar... espero críticas - sejam ela construtivas e destrutivas -, desde que não xinguem, tudo bem.
VOLTE SEMPRE!!

Comentários

comments powered by Disqus