01 julho 2012

Saindo de casa com o bebê

tudo1 91Quando se vai sair com um bebê tem que estar preparada pra tudo, inclusive ao IMPROVÁVEL, eu por exemplo, já passei por situações inusitadas com a Mariana (e ela nem tem 1 mês de vida), então separei 11 coisinhas que não se pode esquecer.
  1. Duas roupinhas extras, conforme a estação do ano;
  2. Deixar sempre na bolsa do bebê um casaquinho com botões na frente, que além de facilitar a troca de roupa, ainda ajuda caso a temperatura mude repentinamente;
  3. Roupinha íntima extra, ao menos duas. Considere levar mais de duas mudas de roupa íntima caso seu filho esteja se acostumando a ficar sem fraldas;
  4. Ao menos um par de meias extra e uma sandalinha/chinelo;
  5. Uma camiseta extra para a mamãe, caso o bebê lhe suje;
  6. Brinquedos para distrair a criança;
  7. Manta e pijama do bebê;
  8. Chupeta extra. Sempre melhor ter mais de uma;
  9. Gaze ou algodão para limpar o seio antes da amamentação (umedeça a gaze ou o algodão
    com água). Não se deve usar água boricada nem bicarbonada, que ressecam a pele do mamilo. Também não limpe o seio após a amamentação, pois o leite materno é cicatrizante
    e protetor;
  10. Para alimentação: caso você esteja fora de casa no horário regular de alimentar o seu bebê, não se esqueça de ter em mãos os itens necessários e de costume dele, como talheres e
    recipientes próprios para alimentos e bebidas;*
    Fraldinhas de pano para serem utilizadas após a mamada ou alimentação, caso seu bebê
    apresente regurgitação;
  11. Lencinhos umedecidos e pomada para assaduras; fraldas descartáveis na bolsa do dia a dia;
    Fraldas descartáveis e trocador portátil. Quanto menor for seu bebê, maior o número de fraldas descartáveis que ele irá utilizar, pense nisso. Uma boa dica é deixar sempre quatro fraldas descartáveis na bolsa do dia a dia;
  12. Saquinhos plásticos: para descartar o lixo, como fraldas usadas, e para guardar a roupa suja do bebê;
  13. Termômetro e medicamento de uso diário, caso tenha sido prescrito pelo pediatra de seu filho.
Em caso de uma emergência, por favor, não esquecer os ítens abaixo:
  • Os números dos telefones do pediatra (consultório e particular), familiares e vizinhos;
  • Carteirinha de vacinação;
  • Carteirinha de saúde ou do convênio médico;
  • O uso de cadeirinhas passou a ser obrigatório para crianças entre zero e sete anos, além de ser indispensável para a segurança do seu filho.

Um comentário:

Você achou interessante o que eu escrevi e resolveu comentar... espero críticas - sejam ela construtivas e destrutivas -, desde que não xinguem, tudo bem.
VOLTE SEMPRE!!

Comentários

comments powered by Disqus